terça-feira, 1 de maio de 2012

LAGOA DO PERI


L

LAGOA DO PERI
Olavo, depois de se arranjar e tomar o pequeno-almoço.
Pesquisou no Notebook, pontos turísticos, nos arredores de Florianopolis.
Optara pela Lagoa do Peri.
Leu um pouco, o seu hobbi preferido, depois consultou o relógio.
Era a hora tida como certa, para dar início à investigação ao deputado.
Eis que, sem esperar, recebeu um telefonema de Carina, a informar que o seu Adilson, acabara da sair para a sessão parlamentar.
O inspector agradeceu e depressa se pôs em campo, mais alerta.
Apanhou um táxi e chegou a tempo de ver Adilson entrar no parlamento.
Sentou-se num bar, em frente, com o seu refresco.
Ali pode verificar, a sessão da manhã, ter sido breve.
Rapidamente, Adilson saia, acompanhado de outro homem.
Reparando bem nos trejeitos de ambos, o duo pareceu-lhe suspeito, caminhavam em jeito de casal de gays!
Discretamente, seguiu-os até um certo restaurante, onde foram almoçar.
Esperou que se sentassem numa mesa, decerto habitual, visto não esperarem indicações.
Olavo, em presença do empregado, escolheu uma mesa, contigua para os poder observar bem.
Estes, pelos portes indiciavam um comportamento incomum.
Logo ali o Inspector pensou nova estratégia!
Voltou, discretamente, a segui-los de volta ao parlamento.
Sabendo que seria mais profícuo, abordar um elemento do pessoal menor, assim o fez.
Muniu de uma quantia mais, para gratificação e abordou um desses elementos.
Depressa soube que Adilson constituíra o seu assessor, Marco em seu amante.
Ficou também a saber o espaço-tempo que duraria a sessão da tarde.Na posse destes dados, para gozar mais o que lhe pareceu bela paisagem, tomou um ônibus para a Lagoa do Peri.
Esta é a maior lagoa de água doce da costa catarinense, com cerca de 5 km2 de extensão.
A área em volta, tem uma mata e trilhas belíssimas, que levam a cachoeiras e antigos engenhos coloniais.
Em 1981, o Parque da Lagoa do Peri, sob jurisdição da Fundação Municipal do Meio Ambiente, foi preservada como Património Natural, por Decreto Municipal.
Foi isto que Olavo, observando, ficou a saber.
Depois voltou a estar de atalaiaà porta do Parlamento, com atenção às saídas.
Acabou por sair Adilson com o seu parceiro, o inevitável Marco.
Meteram-se no potente carro daquele e arrancaram.
Para saber o destino, o Inspector tomou um táxi e segui-os.
Até que sumiram num bloco de apartamentos.
Duas horas depois ainda não tinham saído.
Olavo, já podia dar por concluída a investigação encomendada.
Só não o fazia, por profissionalismo.
No dia seguinte, tencionava aclarar certos pormenores.
Voltou, ao Mercure Florianopolis Convention.
Encontrou Carina, a espera-lo no espaço da recepção, mas se tinha marcado com ela, o dia seguinte para lhe transmitir conclusões!...
Porem ela ia convidá-lo para jantar, o que foi aceite.
Já tinha previsto o restaurante, muito acolhedor, com atendimento simpático, muito ao gosto de Olavo.
Carina, não para de atrair o Inspector, provocantemente.
 Este, não encontrou outro remédio, que não fosse convidá-la a subir.
Uma vez na intimidade, Carina já não provocava… se entregava!...

Daniel Costa


 

5 comentários:

  1. Belíssima imagem e excelentes informações sobre um Estado brasileiro que não conheço.
    Não poderia imaginar que Olavo se depararia com uma situação dessas, delicada para se tratar com
    Carina. Por enquanto, estão eles na intimidade de um quarto, entregando-se ao prazer. Depois... a decepção.

    Bjs.

    ResponderEliminar
  2. O texto de hoje atraem a curiosidade por se tratar de um casal de gays.Mas no mundo politico de hoje está muito óbvio que a maioria são.E assumir fica difícil por conta do status.O difícil é se tornar liberal por causa do nível intelectual cultural.E a própria sociedade que não aceita...
    No ponto de vista do Olavo se torna crítico pq ele se envolve com os clientes de tal forma fugindo do trabalho para à prática da violação de regras e limites.Como as mulheres traem sem usar a inteligência,apenas por vontade e oportunidade.Então o assédio torna-se inevitável.E o Olavo faz disso um modo de vida.Pelo que vejo e tenho acompanhado,estou chegando a conclusão que ele está com a longividade do corpo e da alma muito bem...mas vamos ver o próximo capitulo prá ver o que acontece...
    Abç

    ResponderEliminar
  3. Oi Daniel,

    Li os capítulos anteriores que perdi.
    Vi o vídeo do Parque Municipal da Lagoa de Peri. Uma
    beleza natural que relaxa e encanta.

    Olavo, como sempre, seduzido pelas clientes carentes.

    Desta vez ele pegou uma caso diferente e mais delicado.
    Ser traído, nestas circunstâncias, é duas vezes mais
    doloroso.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  4. Olá, Daniel
    O deputado, afinal, não estava "embeiçado" por outra mulher, mas por... outro homem :)))
    Não tenho nada contra; a única coisa que condeno é que ele continue a manter a relação com a mulher. Devia expor-lhe o problema cara-a-cara, e assumir a relação com o tal Marcos.
    Claro que isto não é uma decisão fácil...demais a mais tratando-se de uma figura pública.
    Seja como for... Carina não perde tempo com lamúrias :) e vai aproveitando bem o tempo :))))))))))

    O vídeo é belíssimo.

    Fico aguardando o próximo capítulo.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Amigo, parabéns pela decisão de expor aqui uma realidade dos nossos dias: o homossexualismo que até já está sacramentado pela lei de muitos países.
    No mais, vamos nos deliciando com os amores de Olavo nos recantos mais paradisíacos do planeta.
    Daniel, fiz um post novo de férias. Voltarei assim que resolver as coisas da vida real.
    Beijo, amigo querido!!!

    ResponderEliminar