sábado, 5 de maio de 2012

VALHA-NOS SANTA CATARINA

         
        

VALHA-NOS SANTA CATARINA

Olavo isolado, naquele moderno hotel em Florionopolis, cidade capital da Província brasileira de Santa Catarina, meditou no modo de apresentar o que tinha observado.
Confirmaria as suas certezas, com questões que poria ao mesmo elemento do pessoal menor.
Mais uma gratificação e comprava o sabiá!...
A seguir, refugiou-se no Notebook:
- Enviou o sacramental, E-Mail à sua adorada Vera.
Dai a três dias, passariam uma semana juntos, em Angra dos Reis.
Depois pelo celular, contactou Mirta, a confirmar, que ela no dia seguinte, se ausentaria do apartamento de Angra dos Reis.
Instruiu-a para se preparar a jantarem juntos, ainda nesse dia.
Por fim, contactou, Carina para almoçarem, onde ela receberia as suas conclusões.
Em grande ritmo, muito próprio de Olavo, dirigiu-se ao edifício do Parlamento.
Fez as perguntas, que já levava engatilhadas e obteve o comprovativo do que já apurara na véspera.
Porque já tinha voo marcado, numa actividade de loucura, em breve esperava Carina à entrada do restaurante do hotel.
Carina fez o seu aparecimento de sedução, com um olhar meigamente provocante.
Iam ingerindo o almoço:
- O Inspector, dera por terminado, assim o seu trabalho, nenhuma mulher traíra Carina!
Então?
Perguntou esta!...
Ao que Olavo, respondeu secamente:
- Trata-se da formação de um casal de homens gays.
Adilson, deu em entender-se sexualmente, com o seu assessor, Renato e perdeu o interesse pela esposa, ela!
Tinha desvendado o caso que a cliente lhe apresentara.
Carina, mais o tentava, mas íntegro nas suas combinações e convicções, deu por cumpridas as suas obrigações na capital de Santa Catarina.
Cumprira conscientemente o contrado dever!

Daniel Costa


7 comentários:

  1. rsrs amei o Titulo, o texto e as imagens
    postadas.
    Parabéns mais uma vez por seu talento na arte de escrever.

    Um abraço,

    bjs

    ResponderEliminar
  2. Olá Daniel!

    Olavo sempre pensando nas mulheres, e não esquecendo de nenhuma delas, tem que ser gênio pra da conta de treis linda mulheres. Outro caso pra Olavo resolver agora foi um casal de homens gays, coitado do Olavo. Vamos ver a continuação. Olavo é um um homem de bons gosto, sempre viaja pra lugares maravilhosos aqui no Brasil.
    Adorei esse capitulo!

    Abraço meu amigo!

    ResponderEliminar
  3. O título bem sugestivo para o intelecto na mensagem.Eu fiquei a pensar: coitado do Olavo! Dá conta de uma já é difícil, imagine três mulheres a exigir presença! E ainda tem a dupla gay! ( gosto de chamar de dupla, não de casal). Haja fôlego!
    Abração.

    ResponderEliminar
  4. Meu amigo, seu último comentário veio como Daniel Milagre e não permite entrar em seu blog. Estranho! Tive que procurar um anterior, como Daniel Costa, para acessá-lo.

    Olavo foi muito objetivo e honesto. Demonstrou ser realmente profissional, independente de seu relacionamento com as mulheres. Adorei o capítulo.

    Bjs.

    ResponderEliminar
  5. Olá Daniel,

    Somente hoje consegui entrar aqui, mesmo assim porque entrei pelo blog da MA Ferreira.

    Olavo cumpriu bem o seu mister. Inegável que como profissional ele é bem eficiente. Pena ser tão mulherengo.

    Espetáculo de vídeo, hein? Isto é que é saber aproveitar
    as coisas boas da vida (rsrsrsrsrs).

    Beijo.

    ResponderEliminar
  6. Boa tarde, Daniel. Nem o meigo olhar de Carina, arma de sedução, fez Olavo sair do foco, apesar de ser mulherengo.
    Olavo foi profissional resolvendo o caso sem ceder aos apelos de Carina.
    Achei interessante o que ele descobriu, pois fugiu ao que primeiramente se pensa: traição hétero.
    Parabéns, e um beijo na alma!
    Tenha um fim de semana abençoado!

    ResponderEliminar
  7. Amigo Daniel !!!!!!
    O Olavo me deixa em constante vigilância,pois suas intenções estão de fato alcançando o melhor resultado como se viu anteriormente,a indentidade assumida do mundo gay deixa ser uma pessoa ausente de si mesma.
    E nesse desafio contante das relações humanas é preservar a liberdade das pessoas.Parece-me um jogo de palavras,mas espero o próximo capitulo...
    Abç

    ResponderEliminar