quarta-feira, 9 de agosto de 2017

PARADIGMA DA CORRUPÇÃO - LAVA JACTO

Foto de Daniel Cordeiro Costa.
O autor e o pianista do restaurante Sol e Brasa (João Pessoa - 2016)

Foto de Daniel Cordeiro Costa.
O autor, no lançamento do livro NUA da cançonetista Renata Arruda (2016 . João Pessoa)

PARADIGMA DA CORRUPÇÃO - LAVA JACTO

Continuando sempre o Brasil o grande País do futuro - questiona-se: porque, já passados dois séculos, esse futuro continua adiado?
Miguel Foz é levado a crer que focos de políticos corruptos se vão coordenando em organização contínua, com vista, ao estatismo da corrupção.
Fazem que andam, mas apenas lhes interessa produzir riqueza para poucos, ficando todo um povo a viver a ditadura do limiar da pobreza.
No entanto o monumental processo do denominado LAVA JACTO, de incontornável corrupção política, reúne todas as condições de ruptura do actual sistema.
Como pode um país progredir onde a maioria da governação, bem vistas as coisas, será corrupta?
Tudo leva a crer, que o LAVA JACTO, acordará o povo a tomar nas mãos, os destinos desse futuro que lhe está reservado:
- O de poder dispor de uma economia competitiva a nível mundial.
Só através de uma economia, sempre emergente, o Brasil pode deixar de fazer parte, do grupo, dos países terceiro-mundistas,
Claro que este PAÍS DO FUTURO, levará várias gerações a construir, o que, não só, exige uma sociedade capaz de criar génios vocacionados para a política, como estes sejam altruístas, para o país e para a sociedade.
Há a tomar a devida nota:
- “Para quem é bom nunca é tarde”.
Depois a história, julgará os seus construtores, para os séculos vindouros, além de que a sua luta será compensada pela própria sociedade, não contando com a própria felicidade do dever bem cumprido.

Amanhecer buscando sonhos

Sem angústia tão eminente
Somos cria sobrevivente
Somos frutos de um só Brasil

Pátria ninho que nos abriga

Erga seu filho ó mãe gentil
Na injustiça que nos derrota
Triste momento de ser Brasil

Futuro incerto sem garantia

Esperança trevo verde ilusão
A pátria é berço que nos abriga
Bendito fruto de uma nação.

Lelinha
(Valéria Lelinha Guimarães)
(poetisa do Rio de Janeiro)

Sendo a cultura a alma dum povo, políticos brasileiros, olhai bem o poema atrás que, a autora passou numa rede social, numa das redes sociais, que já a ninguém podem passar indiferentes.
Aos políticos, por maioria de razão, porque encontram nelas os tribunais da verdadeira da opinião pública, sob a jurisdição do povo.
E como é  hábitual dizer-se:
- O povo é soberano!...
De qualquer modo um dos primeiros passos, após tentar, serem desfeitos os vergonhosos “NÓS” da corrupção, é activar mais a cultura.
Abrindo a via para o BRASIL – PAÍS DO FUTURO…
Havendo uma cultura de qualidade no Brasil, contudo, carece de estar de, em quantidade, mais de acordo com a sua 5ª. demografia do planeta.
O censo brasileiro de 2010 deu 190.755.799.

Daniel Costa


4 comentários:

  1. Daniel, levará gerações para que os brasileiros possam ser orgulhar, nada a curto e médio prazo. A corrupção no Brasil está em níveis insustentáveis. Só quem vive aqui, no Brasil, pode ter a dimensão exata do que se passa na política brasileira. A corrupção está fora dos trilhos. Descarrilhou. A lava-jato é a esperança, é o antídoto necessário, sem ela, nada feito! E veio para ficar, sem dúvida. Ninguém, país nenhum pode ter, mesmo com esforço, noção do que se passa aqui, é um novelo todo emaranhado. Quem emitir algum parecer, com suas ideologias próprias, está perdendo tempo e mostrando não saber nada. Não é fácil para os brasileiros entenderem tanta sacanagem, quanto mais os de fora. Alguma, pouco noção ainda é possível, mas nunca saberão exatamente.
    beijo, amigo.

    ResponderEliminar
  2. Caro Daniel,

    Excelente a sua narrativa no espaço dos questionamentos
    e profundidades da complexidade que o assunto exige.
    Porém, o nosso sentir como nação honesta (não sendo da
    classe política...) é que o sistema epidêmico da corrupção,
    destruindo, aniquilando e envergonhando esta nação de
    povo honesto, que agora custa a ver algum horizonte (perdido!),
    um caminho merecido da dignidade humana!...
    Eles, os políticos sem escrúpulos roubam e continuam caminhando
    com as suas sombras escuras de tantos crimes a usufrui o luxo
    com a suas faltas de decências.
    Tudo isso é revoltante, caro escritor Daniel!
    Abraço.

    Ps: Grata pela sua atenciosa presença e generoso comentário!

    ResponderEliminar
  3. Histórias tristes que vamos conhecendo...
    Gostei do poema:
    "Esperança trevo verde ilusão
    A pátria é berço que nos abriga
    Bendito fruto de uma nação."
    Que a Esperança permaneça.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  4. Ola Daniel,
    É muito triste e desanimador ver tanto roubo, tanto politico safado.
    O governador do RJ um dos piores bandidos do brasil.
    Beijos

    ResponderEliminar